empreendedorismo - Justa
Abrir Conta Conta Justa Web

Independentemente de qual produto ou serviço o seu negócio oferta, a busca por novos clientes, relações comerciais e, claro, saúde financeira são pontos fundamentais. Contudo, nem sempre é uma tarefa fácil gerir uma empresa, mantendo todas as engrenagens andando rumo ao lucro e crescimento. E, no meio do caminho, é natural passar por períodos de dúvidas, principalmente quando o assunto são as finanças.

 

No geral, para que o seu negócio conquiste o crescimento, o primeiro passo é uma boa administração financeira, ficar atento às entradas e saídas, e implementar hábitos que te auxiliam na tomada de decisões e administração. Pensando em te ajudar nisso, trouxemos uma lista de 10 dicas para manter a saúde financeira do seu negócio em dia. Continue a leitura e confira!

 

10 dicas para manter a saúde financeira de uma empresa

 

O controle das finanças da sua empresa precisa de sua total atenção. Afinal, eles são indispensáveis para a realização das demandas da sua empresa, pagamento de colaboradores, investimentos no crescimento do negócio e diversas outras questões indispensáveis para sua empresa. Confira algumas dicas que irão te ajudar a cuidar melhor do seu negócio!

 

1. Fique de olho em todos os gastos

O primeiro passo e um dos mais importantes é manter todos os gastos da sua empresa contabilizados. É importante manter todo o registro do que foi gasto e de todas as entradas, assim o financeiro da empresa fica mais organizado e claro. Além disso, assim fica mais fácil notar quando os gastos estão saindo do controle e você precisa fazer algumas mudanças.

 

2. Quite as dívidas o quanto antes

Os gastos são muito comuns em negócios. No entanto, quando falamos mais a fundo dos empréstimos, que são comuns no início de alguns negócios, o assunto fica um pouco mais complexo. Afinal, quando pagos em atraso, geram juros bem altos, o que afeta a saúde financeira do seu negócio. Por isso, é importante quitar esse tipo de dívida o quanto antes.

 

3. Estipule metas a curto, médio e longo prazo

Depois de um controle inicial das finanças da sua empresa, é necessário começar a estabelecer algumas metas. Para isso, precisa se atentar a onde seu negócio está (em relação ao crescimento), o quanto você precisará investir, quais os seus principais objetivos e quando você quer atingi-los e, claro, o que será necessário para isso (financeiramente falando).

 

4. Crie um calendário financeiro

Agora, para atingir as metas estabelecidas pela sua empresa, as finanças precisam estar sempre em dia. Por isso, a criação de um calendário financeiro é indispensável. Nele, você precisará colocar a data para o pagamento do aluguel da sua sala comercial, pagamento de fornecedores, salário dos funcionários e gastos recorrentes.

 

5. Tenha um capital de giro

Inicialmente, o capital de giro de uma empresa é utilizado para a compra de matéria-prima, insumos e tudo mais necessário para que o trabalho seja realizado. Contudo, após tudo bem estruturado, é necessário manter esse capital guardado como uma fonte de prevenção e segurança para o seu negócio, caso haja perda de clientes ou períodos de poucas vendas.

A saúde financeira do seu negócio depende do controle das finanças da sua empresa.

 

6. Lembre-se de separar PJ de PF

A combinação do seu financeiro pessoal com a sua empresa nunca é uma boa ideia. O ideal é separar as finanças para ter mais clareza de onde começa o dinheiro da sua empresa e onde termina o seu. Para isso, abrir uma conta PJ é uma ótima ideia. E, claro, além disso, você pode se considerar como um “funcionário” registrado na folha de pagamento.

 

7. Preveja cenários financeiros futuros

Nem sempre o financeiro da sua empresa é afetado apenas pelos seus gastos, alguns fatores externos podem estar ligados diretamente à saúde financeira do seu negócio. Questões políticas e econômicas precisam estar sempre no seu radar. Para isso, é importante se informar constantemente sobre as mudanças na economia do país e global.

 

8. Controle bem o seu estoque

Seu estoque também precisa estar no seu radar. É comum haver exagero na hora da reposição dos produtos por falta de controle. E itens sem saída, além de ocupar muito espaço, não geram lucros para a sua empresa e podem acabar se tornando prejuízo a longo prazo. Por isso, controlar todas as entradas e saídas de mercadoria, contabilizando tudo, é indispensável.

 

9. Tenha um bom contador

Mesmo que você seja um grande amante da administração e finanças, é importante ter um profissional exclusivo para tratar do assunto. Você pode contratar um contador interno ou terceirizar o serviço para uma empresa de contabilidade. Isso te ajudará muito na administração do negócio e controle de toda a situação financeira.

 

10. Invista em vendas on-line

Sem sombra de dúvidas, vender pela internet dá lucro! As pessoas estão cada vez mais dispostas a comprar sem precisar sair de casa. Por isso, oferecer os seus produtos ou serviços pela internet é uma ótima opção para atingir o seu público e diminuir os principais gastos, que geralmente são associados aos espaços físicos.

 

Conta com a gente!

 

A Justa possui soluções financeiras que tornam a vida do seu negócio muito mais simples e fácil de gerenciar. Clique aqui e conheça todos os benefícios da Conta Justa!